quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Paulo Laureano Premium


Os vinhos alentejanos são vinhos que sempre me agradaram, e como fazia tempo que não provava um deles, resolvi abrir este vinho que estava na minha adega a quase um ano.

O Vinho: Paulo Laureano Premium

Safra: 2004

Uvas: No rótulo consta apenas "Só castas portuguesas" mas não dá nenhuma indicação de quais seriam elas.

Comentários:
Na taça o vinho mostra um vermelho profundo com aura levemente rosada.

Aromas de média potência, bastante frutado, lembrando frutas maduras e com um leve toque adocicado.
Provavelmente sem passagem por madeira, pois não apareceram os aromas de baunilha e tostado que são caracteristicos deste estágio.

Na boca apresentou um corpo médio, com taninos macios e uma acidez correta.

Na minha opinião este é um ótimo vinho, elegante e com um ótimo custo x benefício. Valeu a compra.

5 comentários:

papo de vinho disse...

Sobre as castas portuguesas posso ter uma idéia do que se passou. Caso o vinho seja feito com vinhas velhas, é muito comum em Portugal vinhas de castas diferentes plantadas no mesmo lote e as vezes até uma ao lado da outra. Depois da colheita realmente não se sabe que uva é de uma casta ou de outra, já que são extremamente semelhantes, a não ser pelas folhas. Pode ser esse o motivo. Provei esse vinho no evento do prazeres da mesa, realmente é muito bom.

abraços,
Carlos Alberto
papodevinho.blogspot.com

Vinho para Todos disse...

Confrades,

No dia 1º de fevereiro serão postados os comentários do 25º vinho da “Confraria Brasileira de Enoblogs”, o MICHEL TORINO PINOT NOIR 2007.

Tenho uma “proposta irrecusável” para todos, nos moldes do que fizemos em dezembro com a indicação do ESPUMANTE.

Eis a proposta:

- postagem em 15 de fevereiro de um ROSÉ para o verão dos leitores.

- faixa de preços: ATÉ $25.

- será o 26º vinho da CBE.

Saúde a todos.

Anny Raquel disse...

Olá!!
Adicionamos seu blog em nossos links... nos adicione também!!!
Abraços,
Anny e Edgard do www.vivinhos.blogspot.com

Personal Sommelière disse...

o PAulo Laureano elabora bons vinhos. Parabens!
www.vinhosweb.com.br

j... disse...

«Sobre as castas portuguesas posso ter uma idéia do que se passou. Caso o vinho seja feito com vinhas velhas, é muito comum em Portugal vinhas de castas diferentes plantadas no mesmo lote e as vezes até uma ao lado da outra.»

Isso é verdade - muito comum nas vinhas velhas do Douro, aliás - mas não se aplica ao caso. Não digo que não possam haver vinhas velhas com várias castas misturadas no Alentejo, mas não é habitual.

Este vinho é um lote de Trincadeira (60%) e Aragonês - a Tinta Roriz do Douro, o Tempranillo espanhol. «Só castas portuguesas» é mais... uma questão de imagem, de publicidade. Há quem goste, há quem deteste (eu por exemplo). Enfim! :)